A arte indígena brasileira:

Herança cultural dos índios brasileiros 

arte indígena brasileira compreende as diversas maneiras do índio expressar a sua cultura. Cada tribo indígena possui comportamentos e costumes próprios que as diferenciam uma das outra. Logo, isso também interfere na maneira como eles produzem sua arte.

Dessa forma, a arte indígena brasileira guarda aspectos individuais de cada tribo. Ela está expressa na pintura corporal do índio, nas plumagens que eles usam sobre a cabeça, na arte em cerâmica, nas cestarias feitas de palhas, nas máscaras e até mesmo nas danças e rituais.

Para desenvolver a arte, os índios também fazem uso de outros elementos complementares, como a madeira, miçangas, palmas, sementes, cipó, couros, ossos, casaca de coco, dentes, conchas, garras, etc.

Elementos da arte indígena brasileira

Já que foi possível aprender de que maneira a arte indígena brasileira se expressa, é hora de conhecer cada uma dessas criações.

Pintura corporal indígena

A pintura corporal é, sem dúvidas, a arte indígena brasileira mais representativa dos índios. Isso porque ela não busca apenas um valor estético, mas a sim a transmissão de valores culturais de cada tribo. 

Ela é muito utilizada durante os rituais e, principalmente, como uma forma de diferenciação dos grupos, identificando a posição hierárquicas das entidades mais importantes da tribo.

Para realizar a pintura, os índios utilizam tintas naturais feitas à base de plantas e frutos. A cor branca é alcançada com o uso da tabatinga, a tonalidade vermelha, por sua vez, é obtida com o urucum. Outros frutos como o jenipapo também são bastante usados.

Plumagem indígena

As plumas indígenas são produzidas com penas plumas de pássaros. Elas são usadas para ornamentar cocais, brincos, pulseiras, colares, etc. Os cocais, por exemplo, são bastante usados durante as manifestações de ritos. 

A plumagem também é um exemplo de arte indígena brasileira usada para distinguir a posição hierárquica de uma entidade dentro do grupo. Por isso, na maioria das vezes, são usadas por homens, já que esse normalmente possuem uma posição cultural maior que as mulheres dentro das tribos. 

A confecção das plumas passa por todo um ritual até a sua produção final. Primeiro é realizada a caça do pássaro, em seguida o tingimento (tapiragem) e recorte da forma desejada, e por fim amarração do acessório.

Máscaras indígenas

Outro exemplo de arte indígena brasileira são as máscaras produzidas pelos índios. Elas são feitas com cascas de árvore e cabaças de palha de buriti. São usadas em danças cerimoniais, e no momento dos rituais, representam a figura viva do ser sobrenatural. 

Para os índios, esse simbolismo é uma maneira de aproximá-los das forças sobrenaturais, onde eles sentem que essas forças os ajudam a ler os códigos inscritos nos rituais e mitos. 

Além disso, os índios atribuem o uso da máscara à representação de entidades que conflitaram com eles no passado. Sendo assim, durante as cerimônias essas máscaras são usadas para acalmar essas mesmas entidades. 

Dança indígena

Além desses exemplos, a dança é outro tipo de arte indígena brasileira. Isso porque os índios realizam a dança para quase tudo, desde celebração de uma colheita até fazer homenagens para pessoas mortas.

A dança indígena é, portanto, um costume muito característico entre os índios, no qual eles têm a intenção de realizar um ritual. Os motivos são os mais diversos, como: espantar maus espíritos, espantar doenças, pedir ou agradecer tempos de colheita, ascensões dentro das tribos, mudança entre fase jovem e adulta, dentre outros.

Ela é realizada tanto por homens quanto por mulheres. Nas danças é muito comum o uso de outros tipos de arte indígena brasileira, como o uso de plumagens, acessórios e pinturas corporais, que podem variar de acordo com o motivo do ritual.

Tipos de artesanatos

Artesanato com miçangas, colares, cestaria, bordunas, remos, brincos, cachimbos, arcos, flechas, redes, esteiras, cerâmicas, gamelas, pilões, farinheiras e maracás estão entre os produtos que podem ser encontrados na feira. Os quiosques são uma verdadeira demonstração da cultura indígena.

Cestaria indígena

A maiorias das cestas indígenas são confeccionadas com palha e folhas de palmeira. Elas são feitas por mulheres, que utilizam diferente técnicas de traçado para dar um aspecto mais bonito e usados para armazenar alimentos, guardar materiais, coar líquidos, peneirar farinha, entre outros. 

Cerâmica indígena

A cerâmica é uma arte indígena brasileira típica da tribo de Marajós, localizada na Amazônia. Para os marajoaras e também as outras tribos que a produzem, a cerâmica possui um valor simbólico, pois muitas delas eram usadas para guardar corpos de entidades importantes da tribo.

Contudo, até os dias atuais ainda são produzidas urnas funerárias feitas em cerâmicas, além de outros produtos, como: pratos, vasos, brinquedos, potes, estátuas, esculturas, instrumentos, entre outros. A arte marajoara inclusive se destaca por produzir um tipo de cerâmica com qualidade e rara beleza. 

As mulheres são as grandes produtoras desse tipo de arte. Em período de seca, elas coletam o barro das margens do rio. Para dar liga, elas acrescentam outros componentes orgânicos e minerais, com por exemplo pó de madeira. 

Algumas tribos gostam de aprimorar a cerâmica com diferentes desenhos. Um fato curioso na produção de cerâmicas é que a maiorias dos índios que produzem essa arte não utilizam a roda do oleiro como suporte, e mesmo assim conseguem belas criações.

Ficou com alguma dúvida? Fale conosco

Acesse: https://projetoburiti.com/contact/

Nós acompanhe também nas nossas redes sociais Facebook Instagram 

estaremos postando todas as novidades.

Deixe uma resposta